terça-feira, 3 de março de 2009

Semana da Leitura


Aqui na escola temos um projecto de escrita chamado
"Palavra a palavra se tece uma história"
Calhou à nossa turma dar início à história colectiva, onde são personagens os nossos viajantes.
Se quiserem podem também continuá-la.
Aqui vão os primeiros capítulos:

I
Personagens – O urso Maré e a ovelha Ovelhinha
Era uma vez um urso de peluche chamado Maré.
Era uma vez uma vez uma ovelha de peluche chamada Ovelhinha .
O Maré vivia feliz com os meninos da escola do Serrado em Buarcos. Ele gostava muito da sua terra porque todos os dias podia ver o mar. Mas, tinha um segredo: queria muito ir viajar.
A Ovelhinha vivia contente com os meninos da escola de Raposeira em Elvas. Ela gostava muito da sua terra porque a toda a volta via campos cobertos de erva a ondular. Mas, tinha um segredo: queria muito conhecer o mar.
Um dia, os meninos de Buarcos e os meninos de Elvas encontraram-se na Internet.

II
Ficaram muito amigos e decidiram fazer uma viagem para se encontrarem.
Em cada escola, foram ver no mapa qual o melhor caminho. Foi aí que começaram os problemas. Procuraram Buarcos e viram que ficava junto ao mar. Procuraram Elvas e viram que ficava junto a Espanha. Que longe! Tinham que atravessar Portugal de um lado ao outro.
Pensaram, pensaram e tornaram a pensar… os meninos de Buarcos tiveram uma grande ideia: mandar o urso Maré para conhecer a escola de Raposeira. Ele ficou todo contente!
Estava desejoso de viajar e conhecer a Ovelhinha.
Fizeram-lhe uma mala com tudo o que era necessário. Juntaram prendas para os amigos e foram aos Correios despedir-se do Maré.
Voltaram para a escola um pouco tristes pela partida do seu ursinho, mas esperava-os uma surpresa: tinha chegado uma encomenda. Abriram-na, cheios de curiosidade e lá estava a Ovelhinha…
Que desencontro! Os meninos de Raposeira tiveram a mesma ideia!

2 comentários:

Conceição Caleia disse...

Vejam lá se gostam da continuação da história que escrevi para vocês...
III
A ovelhinha ficou muito feliz por conhecer os meninos de Buarcos. Quando a levaram à praia, ela nem queria acreditar que o mar fosse tão lindo e tão grande! Quando o sol fazia reflexos na água, parecia um lençol enorme de cor de prata. Os meninos contaram-lhe então que era por causa disso que se chamava a esta parte da costa de Portugal, a costa de Prata.
A ovelhinha anda deslumbrada com tudo o que se passa à sua volta. É tudo tão diferente do lugar em que nasceu. Até o modo de falar dos meninos é diferente. A ovelhinha anda feliz, só à noite quando fecha os olhos sente saudades dos meninos de Elvas, mas sabe que em breve estará com eles de novo, quando regressar a casa. Também pensa no Maré, como ela gostava de conhecer o Maré!
Ela é uma ovelhinha muito feminina e um pouco vaidosa, mas nada demais! Pensa que tem que estar bonita e enrolar bem os caracois do seu pelo com a escova que trouxe na bagagem.

UM Beijinho para todos,
Conceição Caleia

EB1 do Serrado disse...

Boa!
Ninguém acrescenta "um ponto" a este "conto".
Vamos lá meninos da Raposeira!